Saúde, consumo consciente, sustentabilidade: tudo isso pode – e deve – andar de mãos dadas na sua rotina de beleza!

Quantos produtos você já teve durante toda a vida e tem atualmente na sua casa, que estão relacionados aos cuidados com a pele, cabelos, unhas, corpo, maquiagem etc.?

Não dá para negar… nosso padrão de consumo em relação a esses itens costuma ser exagerado e imediatista… Primeiro porque estamos falando de beleza – algo extremamente natural e saudável quando em equilíbrio com o todo, mas muitas vezes representada por uma busca desenfreada por padrões – e segundo, porque temos pressa e buscamos praticidade no dia-a-dia.

O Brasil é o quarto país no ranking de maiores consumidores de produtos de beleza e higiene, segundo o panorama de 2021 da Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (ABIHPEC) e a produção de cosméticos utiliza quase 10 mil substâncias petroquímicas que não são de fácil decomposição, além do uso de micro plásticos e a testagem animal. Porém, o relatório de tendências para 2022 do Instagram prevê que o consumo de produtos sustentáveis, veganos e visando o minimalismo vão predominar neste ano. (fonte: https://falauniversidades.com.br/beleza-sustentavel-entenda-tudo-sobre-esta-tendencia/)

A crescente constante por uma beleza mais sustentável, aliada também ao aumento de pessoas vegetarianas e veganas e movimentos sustentáveis em outros setores, como a moda, faz do “clean beauty” (beleza limpa) algo que parece ter vindo para ficar – e o melhor: muitas marcas de nome vem adotando certas práticas para acompanhar o movimento e novas marcas surgem cada vez mais ancoradas nesses ideais.

Claro que tem muitas marcas que continuam não se preocupando muito com essas questões, mas podemos escolher dois caminhos: simplesmente ignorando os impactos sócio ambientais das nossas compras e causando imenso prejuízo para o planeta, ou encarando o desconforto que a realidade traz e optando por escolhas mais conscientes e inteligentes.

Aliar a sua rotina de beleza com a sustentabilidade pode ser mais simples do que você imagina. Seguem algumas dicas e ideias:

  • investir em produtos que tenham em sua fórmula extratos botânicos, que não tenham conservantes ou que tenham poucos conservantes, e de preferência sem silicones, parabenos, corantes artificiais, entre outras substâncias nocivas à pele e ao meio ambiente.
  • verificar a questão de testagem em animais! Na hora da compra é muito importante ver se o produto é cruelty free, produtos que não são testados em animais e nem possuem derivados de animais em sua composição, eles vêm com um desses ícones na embalagem:

  • no caso de maquiagens, opte por produtos que alie funções: base que também é hidratante e protetor, sombra que serve como blush e gloss, bastões multifuncionais que servem para vários lugares do rosto. Assim você consome menos itens e compra menos embalagens!
  • para retirar a maquiagem, discos de tecido são ótimas opções que substituem o algodão ou os lenços demaquilantes…
  • tudo que puder ser refil, melhor… Shampoo, condicionador, creme, sabonetes…
  • shampoo em barra também são ótimas opções para o cabelo e couro cabeludo e muitos são vendidos sem embalagem ou apenas em uma embalagem de papel para proteger… bem menos plástico no box – e no mundo.
  • atenção com esfoliantes: procure pelas versões que não levam micro plástico em sua composição.
  • fique de olho na embalagem: já recicladas, recicláveis, reutilizáveis ou se são embalagens de vidro… e lembre-se de higienizar antes de enviar para a reciclagem.

Pesquise a marca e veja como é o processo de produção desse produto, desde os ingredientes, passando pela mão de obra até chegar na sua casa. Veja se a marca é engajada com a causa de preservação ambiental e quais são as suas ações para diminuir o seu impacto.

O site https://gowhere.com.br/clean-beauty-tudo-sobre-o-novo-movimento-de-beleza/ fez uma lista bem legal de produtos que se encaixam na beleza sustentável, você já pode começar por aqui, acessando e conhecendo algumas opções.

Vale também assistir o curta “Save Ralph”, que trata do assunto cruelty free, procurando conscientizar e explicar como são feitos os testes em animais.

https://www.youtube.com/watch?v=AjdMtLF0Z6w&feature=emb_imp_woyt